NOTÍCIAS

Notícias

05/10/17 19:46

EducarMais: LIGA do CRAE: Cuidar, Respeitar e Amar a Escola

A conscientização da preservação do ambiente escolar é um fator que contribui para a melhoria da qualidade do espaço educativo.

O termo “escola”, etimologicamente, deriva do latim schola e do grego scholé, que significa “lugar do ócio”, uma instituição social conhecida por realizar práticas para a aquisição do conhecimento cognitivo, social, cultural e intelectual do sujeito. Segundo a professora Hozana Carla Freitas de Lemos, esse conceito apareceu na Idade Média por conta de uma nova classe que surgia: a dos que não trabalhavam, mas precisavam ocupar o seu tempo livre de forma nobre e digna. Inicialmente, considerava-se um espaço destinado a momentos de lazer e prazer.

Desse modo, com o passar do tempo, percebe-se que essa essência permanece, pois ela é considerada pela maioria como a “segunda casa” dos discentes. E, além de ser um espaço onde se constrói conhecimentos, deve ser também um ambiente que proporcione a reflexão no sujeito pelo ato de zelar por si, pelo outro e pelo meio em que vive. Por isso, o cuidado com este espaço é de fundamental importância para a formação de um cidadão ativo. Assim, estimular a cuidar, respeitar e amar a escola é requisito importante para uma convivência e para o uso saudável de todos os recursos e espaços que a instituição escolar disponibiliza para a construção do conhecimento.

Nessa perspectiva, o projeto "LIGA do CRAE – Cuidar, Respeitar e Amar a Escola” traz uma proposta de conscientização para todos que fazem parte do projeto político-pedagógico do Colégio Integrado AGES, situado em Paripiranga – BA. Foram pensados e escolhidos democraticamente monitores para auxiliarem nesse processo de conscientização, fator singular na preservação da escola, promovendo o bem-estar de todos que fazem parte da instituição.

Nesse processo de escolha dos representantes de sala, que acontece a cada dois meses e meio, foi determinado um momento para as inscrições dos candidatos e, posteriormente, a divulgação de suas propostas para os colegas da classe e das outras turmas da escola, propiciando, assim, um espaço para debates e gerando a consciência do seu papel como cidadão.

O sistema de votação foi feito por meio de formulário do Google, quando disponibilizamos quatro notebooks no Centro de Convivência da escola, e os alunos foram organizados em pequenos grupos para participar do momento da eleição dos monitores. Um dia após o processo, o resultado foi divulgado no mural da escola e nas redes sociais das quais os alunos participam.

Após esse momento, os monitores foram empossados, receberam um crachá e um bloco de anotações. Daí em diante, percebeu-se a motivação deles em contribuir para a construção de um ambiente escolar harmonioso e prazeroso. Com isso, a troca de experiências entre alunos e professores e o diálogo sobre como desenvolver atividades que conscientizem o cuidado com o espaço escolar motivaram todos do Colégio Integrado AGES a rever suas práticas.

Além de manter a escola limpa, desligar as lâmpadas das salas, os notebooks, as TVs e os ventiladores quando não estiverem sendo usados também é importante. Utilizar os brinquedos do parque, como a tirolesa, a quadra esportiva, o escorrega, o balanço e a casinha, tendo em mente a consciência de que mantê-los limpos é fundamental é outra ação pertinente trabalhada com os nossos estudantes.

Os monitores têm o papel de auxiliar, com os professores, no cuidado do ambiente escolar, desenvolvendo atividades de conscientização e estimulando seus colegas a não jogarem lixo em espaços indevidos, a economizarem água e energia etc. Com isso, observando se os equipamentos são desligados ou fechados após o uso, buscam também manter uma sala limpa e aconchegante para o desenvolvimento das aulas. Cartazes foram expostos na escola, diálogos e assembleias foram desenvolvidos para refletir sobre as atitudes e atividades que ocorrem no espaço escolar.

Diante das atividades do projeto, percebeu-se o aumento da participação do aluno, a interação com os demais colegas da escola, a capacidade de resolver problemas, além do zelo pelo patrimônio escolar. Notou-se também o interesse nos envolvidos em criar um ambiente harmonioso, estimulando a participação dos outros colegas. Logo, por ser uma morada para os estudantes, a escola que promove a participação ativa dos alunos e professores nos seus projetos consegue permanecer viva e atraente para a sua comunidade. A LIGA do CRAE, por meio de suas ações, incita a criticidade e a autonomia nos seus alunos, que farão um proveitoso exercício da sua cidadania, um dos objetivos da educação básica nacional.

Fonte: Revista EducarMais