NOTÍCIAS

Notícias

09/09/16 16:36

EducarMais: Colégio CPI – um celeiro de alunos cidadãos

Ao unir um projeto pedagógico eficaz com programas de desenvolvimento pessoal e social, o CPI participa ativamente da formação humana dos seus alunos.

EducarMais: O Colégio CPI acredita que “Valores humanos formam humanos de valor”. De que forma o ensinamento de valores humanos contribui para o desenvolvimento dos discentes?

Gilson Figueiredo: O Colégio CPI entende que a formação do aluno não se restringe apenas aos aspectos acadêmico e conteudista, mas perpassa também por outros aspectos que são de responsabilidade da escola. É preciso orientar os alunos principalmente em relação aos valores que formam um cidadão, como ética, respeito, família – como base de sua existência e formação –, tolerância, equilíbrio, entre outros. Com esses ensinamentos, o aluno passa a agir de forma mais humanizada, holística, racional e equilibrada diante das inúmeras situações que ocorrem em seu dia a dia.

EducarMais: O Escola da Inteligência, programa educacional desenvolvido pelo psiquiatra Augusto Cury, foi adotado pelo colégio com o objetivo de desenvolver a saúde emocional no ambiente escolar. Como se deu o engajamento da família e dos alunos nesse projeto?

Gilson Figueiredo: A proposta foi muito bem recebida pela família, pois hoje se vive um contexto socioeconômico em que as famílias estão mais dispersas, não por opção, mas por uma necessidade de buscar uma melhor qualidade de vida, que, por sua vez, exige dos pais que estejam cada vez mais envolvidos no mercado de trabalho e em outras demandas familiares, reduzindo, assim, o tempo que antes era utilizado para um maior convívio com os filhos. Com esse distanciamento, é natural que alguns problemas com os filhos comecem a aflorar, principalmente no que diz respeito às relações interpessoais. É exatamente nesse contexto que o Escola da Inteligência se apresenta: como um instrumento para desenvolver projetos e ações que incentivem o aluno a absorver a cultura da ética, do respeito, do limite e demais valores necessários para que ele possa ter um convívio saudável e harmonioso no meio social em que convive.

“O colégio CPI entende que a formação do aluno não se restringe apenas ao aspectos acadêmico e conteudista, mas perpassa também por outros aspectos que são de responsabilidade da Escola.”

EducarMais: Quais os resultados obtidos com o programa Escola da Inteligência?

Gilson Figueiredo: Com o desenvolvimento de ações e projetos propostos pelo Escola da Inteligência, percebeu-se uma mudança bastante expressiva no comportamento e no convívio socioemocional do aluno. Com os ensinamentos do E.I. trabalhados através de dinâmicas em sala de aula e fora dela, percebeu-se neles uma mudança de comportamento. Equilíbrio, respeito, disciplina, controle emocional, colocar-se sempre no lugar do outro. Essas foram algumas das visíveis mudanças verificadas no comportamento dos alunos.

EducarMais: Em 2016, o Colégio iniciou o projeto Direito e Cidadania, em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para transmitir aos jovens as noções básicas sobre Direito Civil. Como foi essa experiência?

Gilson Figueiredo: A experiência foi muito positiva, pois o Colégio CPI sempre procura desenvolver ações que não se limitam apenas ao conteudismo acadêmico, mas que possam repassar aos alunos ensinamentos úteis e necessários para sua vida cotidiana. Não é o aprender por imposição, mas o aprender por prazer. De uma forma dinâmica, prática e atrativa, os alunos puderam participar de uma jornada jurídica em que os profissionais do Direito explanaram de forma didática como se deve  proceder ao reivindicar seus direitos, cumprir seus deveres, não transgredir as leis, respeitar as instituições e os limites que devem ser obedecidos por todos que convivem em uma sociedade civil organizada. Também procuramos inserir, nesse encontro, temas que estão em muita evidência e que vêm causando problemas de natureza grave no convívio social, principalmente no ambiente escolar, como os crimes virtuais e o bullying. O efeito natural dessa atividade foi que os alunos se conscientizaram de que eles não estavam imunes às leis e poderiam ser perfeitamente penalizados por esse tipo de comportamento. 

EducarMais: Quais os resultados de destaque o colégio tem alcançado?

Gilson Figueiredo:  O Colégio CPI desenvolve um conjunto de ações continuadas sempre em busca de resultados. Como consequência, hoje estamos entre as melhores escolas do Piauí no ranking do ENEM, somos medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Linguística, medalha de ouro em concursos de Redação promovidos por várias instituições em níveis local e nacional e obtivemos aprovações para diversos cursos, inclusive Medicina, nas concorridas universidades públicas do Piauí e de outros estados.

EducarMais: Quais os planos futuros e os próximos desafios a serem enfrentados pelo Colégio CPI?

Gilson Figueiredo: Temos como objetivo promover um ensino de qualidade; crescer com responsabilidade; buscar incessantemente resultados; desenvolver projetos e ações que fortaleçam a formação do aluno como cidadão;  disponibilizar para nossa comunidade um ambiente escolar dinâmico, funcional, seguro, confortável, que propicie uma boa prática educacional; disponibilizar os melhores recursos tecnológicos para nossos alunos e ampliar a parceria com o Sistema Ari De Sá, pois foi a partir dessa parceria que nos destacamos no cenário educacional do Piauí e nos tornamos, hoje, uma escola de referência.


Fonte: Revista EducarMais.